,
|
TECNIPÃO
12 - 15 Abril
6.º Salão Profissional de Máquinas, Equipamentos e Matérias-primas para a Panificação, Pastelaria e Confeitaria
FEIRA JÁ REALIZADA
Faltam:
00
dias
00
horas
00
minutos
00
segundos
Horário
Quinta a Domingo
10h00
19h00

TECNIPÃO/PACKAGING: Feira supera as melhores expetativas da organização que prepara novidades para assegurar crescimento em 2020


Encerrou com um saldo muito positivo, no passado domingo, a sexta edição da TECNIPÃO - Salão Profissional de Máquinas, Equipamentos e Matérias-primas para a Panificação, Pastelaria, Confeitaria, Geladaria e Chocolataria e PACKAGING - Salão Profissional de Embalagem. "A feira superou todas as expetativas", considerou, em jeito de balanço, Paulo Amaral, diretor do certame, referindo, a título de exemplo a satisfação de grande parte dos expositores, muitos do quais conseguiram concretizar negócios no decorrer do evento. O bom resultado alcançado permite olhar, com otimismo para a próxima edição, em 2020, e pensá-la numa perspetiva de crescimento e internacionalização, ponderando a organização avançar para Lisboa como futura localização.

Foram quatro dias de feira marcados por um grande dinamismo. A Exposalão abriu portas ao melhor da panificação e embalagem, com as várias empresas expositoras a apresentar muitas novidades aos cerca de 25 mil visitantes, profissionais e interessados, na sua maioria. O programa de seminários, pela pertinência dos temas abordados, atraiu muito público que participou ativamente, transformando-os em verdadeiros espaços de reflexão.
"Foi visível uma qualidade dos visitantes superior à da anterior edição, em 2015, e foi notória também a satisfação dos expositores que, para além de bons contactos, chegaram a concretizar negócios no decorrer da feira", considerou Paulo Amaral, diretor do certame, sublinhando que, por isso, a TECNIPÃO/PACKAGING "superou todas as expetativas".

"Temos assistido a que uma grande parte das marcas aproveita esta feira para fazer o lançamento de novos produtos e realizar grandes atividades, como foi o caso do festival do gelado, o que atesta a importância que dão à feira", afirmou o responsável.
Muitos dos expositores consideraram mesmo esta como "a melhor feira que se faz em Portugal para os setores quer da panificação, quer da embalagem", não podendo, por isso, estar mais satisfeitos com o resultado final do certame.
E a organização concorda apontando, por isso, as baterias para a próxima edição, em 2020, que poderá dar um salto enorme em direção a Lisboa, procurando, com isso, ganhar dimensão e caminhar ainda mais no sentido da internacionalização. "A feira tem vindo a registar uma notoriedade crescente e há a necessidade evidente de apostar em outros players para assegurar o crescimento da qualidade em termos de negócio", considera Paulo Amaral.

Tecnipão
A venda de produtos de panificação e pastelaria industriais registou um aumento significativo no ano de 2016, com as massas congeladas a conquistarem um lugar de excelência no canal horeca e restauração. Isso em muito se deveu à tendência de consumo destes produtos face aos métodos tradicionais. O setor tem cerca de 12 mil empresas e emprega quase 70 mil pessoas, segundo os dados mais recentes.
Foi neste contexto que decorreu a sexta edição da TECNIPÃO.
Quer a Associação Nacional de Comerciantes e Indústria de Produtos Alimentares (ANCIPA), quer a Associação de Comércio e Indústria da Panificação (ACIP) classificam este certame como "uma oportunidade para as empresas contactarem com o público-alvo, apresentarem as novidades e estabelecerem relações comerciais e parcerias de sucesso: mais do que uma oportunidade de negócio para as empresas, é uma iniciativa que valoriza a nossa indústria".
Prova disso é, também, o interesse internacional pelo evento. Em 2015, a feira atraiu alguns expositores estrangeiros, sobretudo espanhóis, tendo reforçado ainda mais, nesta edição, a presença internacional.

Packaging
A embalagem desempenha, diariamente, diversas funções e é utilizada em todos os setores, sejam alimentares ou não.
A indústria da embalagem inclui os diversos tipos de materiais, desde celulósicos, metais e ligas,  vidro, plásticos, madeira, cerâmica, celulose regenerada, borracha, cortiça e materiais complexos.
Nos dias de hoje, a preocupação e o desafio constante prendem-se essencialmente com a questão ambiental. "A poluição resultante de embalagens, nomeadamente alimentares, constitui atualmente um problema sério para o ambiente. O grande desafio da indústria da embalagem é, cada vez mais, apostar e investir na sustentabilidade, na valorização, na reciclagem e na reutilização", afirma Margarida Alves, do Centro Nacional de Embalagem (CNE).
Este sector tem registado um crescimento muito significativo e isso foi visível na qualidade dos expositores que marcaram presença nesta edição do PACKAGING. Este salão reuniu um grande número de intervenientes que mostraram o seu know-how e as mais recentes tecnologias.

A próxima edição está agendada para 2020!

Media

Apoios

Media Partners

Contactos

Direções para Exposalão

Image